Congreso CLMNTK11

Logo Congreso

Vida assim? Não há!

7 votes, average: 3,00 out of 57 votes, average: 3,00 out of 57 votes, average: 3,00 out of 57 votes, average: 3,00 out of 57 votes, average: 3,00 out of 5 (7 votes, average: 3,00 out of 5)
You need to be a registered member to rate this post.
Loading ... Loading ...

Durante muito tempo, acreditou-se que a vastidão dos oceanos seria capaz de anular as agressões da ação antrópica. Derrames de óleo e de produtos químicos, frequentes produzem chocantes desastres ecológicos. Os oceanos estão doentes e, em muitos casos, ultrapassou-se a capacidade de auto-regeneração. A ação do homem é decisiva para a deterioração das águas e consequentemente a queda abismal de cardumes de peixes, de mamíferos marinhos e de bancos de corais, enquanto cresce a quantidade de algas tóxicas e medusas.
A quantidade cada vez maior de resíduos da atividade humana vai parar nos oceanos. “A composição química dos oceanos mudou mais rapidamente no século XX do que nos últimos 650.000 anos” (oceanógrafo Richard Feely, do NOAA).


Escola Secundária de Dom Duarte (Coimbra-Portugal)
11º ano (1º de Bacharelato)
Francisco Fernandes

Publicado en Reportajes multimedia | Etiquetado , , , , , | Deja un comentario

Deja un comentario